Aguarde estamos carregando o maior site especializado em Vasco
  1. FutVasco

Vasco aciona Justiça para proteger patrimônio da SAF

Por Redação FutVasco em 16/05/2024 07:41

Preocupações financeiras da 777 motivam ação do Vasco

O Vasco da Gama, através de seu departamento associativo, justificou a decisão de acionar a Justiça e recuperar o controle da SAF da 777 Partners. O clube alegou preocupações com a capacidade financeira da empresa americana em cumprir suas obrigações contratuais.

Risco de penhora e insolvência da 777

De acordo com o comunicado oficial do Vasco , a ação foi motivada por relatos na mídia internacional que questionavam a solvência da 777. Esses relatos levantaram o risco de penhora ou uso das ações da SAF como garantia em potenciais cenários de falência ou insolvência da empresa.

Preservação do patrimônio da SAF

O Vasco destacou que a ação judicial visa exclusivamente preservar o patrimônio da SAF. O clube busca impedir uma mudança indesejada no controle acionário, evitando que entidades externas assumam o controle.

777 permanece como sócia, mas com participação reduzida

Apesar da decisão judicial, a 777 continua sendo sócia da SAF, embora com participação minoritária de 30%. O Vasco frisou que a decisão restringiu apenas os direitos societários da empresa, enquanto todas as suas obrigações contratuais permanecem inalteradas.

Modelo de SAF mantido

O clube enfatizou que a decisão judicial não ordenou o retorno do futebol do clube ao seu modelo associativo anterior. O modelo de Sociedade Anônima de Futebol (SAF) permanece em vigor. O Vasco afirmou estar comprometido em garantir o funcionamento eficaz da SAF, evitando as incertezas jurídicas causadas pela crise financeira da 777.

Conclusão

O Vasco da Gama tomou medidas para proteger o patrimônio da SAF diante das preocupações financeiras da 777 Partners. A decisão judicial suspendeu os efeitos do contrato de investimentos, transferindo o controle da SAF de volta para o clube. No entanto, a 777 permanece como sócia minoritária, com suas obrigações contratuais mantidas. O Vasco segue firme no propósito de manter o modelo de SAF, evitando riscos à estabilidade da operação.

AVALIE ESTA NOTÍCIA

Comentários: