Aguarde estamos carregando o maior site especializado em Vasco
  1. FutVasco

Atraso do Vasco no Regime Centralizado de Execuções

Por Redação FutVasco em 02/07/2024 19:20

Atraso no Regime Centralizado de Execuções

O Vasco está enfrentando mais um problema financeiro: o atraso no pagamento do Regime Centralizado de Execuções (RCE). O clube não depositou a parcela referente ao mês de maio, que deveria ter sido quitada até o dia 5 de junho. O RCE é um mecanismo ao qual o Vasco destina 20% de sua receita corrente mensal para pagar dívidas cíveis e trabalhistas. O clube tem um acordo com a comissão de credores para efetuar o pagamento até o dia 5 do mês, mas existe uma tolerância de até 20 dias em caso de atraso.

Consequências do Atraso

Caso o Vasco não regularize o pagamento em breve, a tendência é de que o juiz centralizador decida permitir a execução individual dos credores. Isso significa que o clube poderá voltar a sofrer com penhoras, por exemplo.

Justificativa do Vasco

O ge perguntou ao Vasco o motivo do atraso, mas não houve resposta até o fechamento da matéria. O texto pode ser atualizado a qualquer momento com a resposta do clube.

Preocupações dos Credores

Os credores do Vasco estão preocupados com o atraso no pagamento do RCE. No último dia 26, a Justiça do Trabalho emitiu uma certidão a pedido de um dos credores atestando que o clube ainda não havia pago a parcela de maio. "Certifico que até o momento não houve comprovação pelo Clube de Regatas Vasco da Gama do depósito da parcela de junho/2024, correspondente a 20% (vinte por cento) da receita corrente do Clube de maio/2024", diz a certidão.

AVALIE ESTA NOTÍCIA

Comentários:
Ranking Membros em destaque
Rank Nome pontos